Pergunta ao Doutor

Proteína emagrece?

Proteína emagrece?

Entenda uma pouco mais sobre a proteína

Este é um dos temas mais curiosos e relevantes da nutrologia, porém deve-se estar atento ao que é publicado, e se realmente foi baseado em Ciência e não proveniente de conversas de academia.

Quem já não se deparou com diversas dietas a base de proteínas, com objetivo não só de ganho de massa muscular, mas também para perda de massa gorda (emagrecimento).

Já está bem estabelecido que o aumento da ingestão de proteína de alto valor biológico (aquela que possui boa digestibilidade e quantidades adequadas de aminoácidos essenciais) acima da necessidade diária leva ao aumento de síntese proteica, ou seja, aumento de massa magra.

Mas qual a ação da proteína no emagrecimento? Realmente funciona?

Dietas com baixo teor calórico resultam em diminuição do peso corporal, mas à custa de que? Normalmente 20% dessa perda é oriunda dos músculos. Essa perda de massa magra no processo de emagrecimento é péssima, pois a musculatura é um dos principais consumidores da gordura corporal.

Assim sendo, perder massa magra não é um bom caminho para a manutenção da perda de massa gorda.

Excelentes estudos mostram que uma ingestão acima de 1,2g de proteína por quilo de peso corporal durante uma dieta hipocalórica leva a maiores perdas de gordura e de peso. O mais interessante de tudo é que dessa maneira ocorre menor perda de músculos (massa magra) e consequentemente não interfere de maneira negativa no metabolismo corpóreo.

Mas alguns devem estar se perguntando:

O tipo de proteína que vou consumir faz diferença na perda de peso?

Mais uma vez pesquisas de alto nível de evidências mostraram que laticínios (leite e seus derivados) se comparados com outras fontes proteicas realmente levam a maior redução de massa gorda e ao mesmo tempo consegue manter a musculatura sobre todo período de dieta hipocalórica, fator essencial para manter a perda progressiva de gordura corporal.

Outra pergunta deve estar vindo a sua mente é:

Mas porque a proteína oriunda do leite seria melhor que as outras?

Consistentemente o leite de vaca já mostrou ser superior ao leite ao leite de soja quanto ao ganho de massa magra (quase 100% a mais).

Mesmo se compararmos a proteína isolada do soro do leite (whey protein), com a proteína caseína também originada do leite e da própria proteína da carne, a proteína do soro leva vantagem.

Essa vantagem da proteína do soro do leite (whey protein) sobre as outras fontes proteicas provavelmente é pela sua capacidade de elevar na corrente sanguínea o aminoácido Leucina, que por sua vez é o mais importante para o processo de síntese/anabolismo proteico, ou seja, construção muscular.

 

proteína site 03

Nesse momento você deve estar se levantando da cadeira para tomar uma dose de whey protein, ou mesmo saindo de sua casa para comprar um pote de whey. Muita calma nessa hora. Acabe de ler esse post.

Sabe-se que dietas a base de um único alimento ou mesmo de pouca variedade não proporcionam bons resultados, principalmente se pensarmos na manutenção do peso perdido. Além disso, pode ocorrer deficiência de alguns micronutrientes e desencadear alguma doença.

Realmente, nos dias atuais, o whey protein pode ser um aliado no processo de emagrecimento, mas volto a dizer que a mudança do hábito alimentar e estilo de vida com introdução gradativa de exercícios físicos deve fazer parte do processo de emagrecimento, principalmente pensando na manutenção do peso perdido que parece ser o ponto mais desafiador de todas as dietas.

Até a próxima

Siga no Instagram @walterkantovitz e deixe aqui suas dúvidas e ou comentários.

Conheça nosso perfil no Spotify https://open.spotify.com/user/30tododia

Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA)
Médico (PUC-CAMPINAS)
Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP)
Pós Graduando em nutrologia (ABRAN)
Residente Medicina Esportiva (USP-SP)
email: walteresportiva@yahoo.com.br
instagram: @walterkantovitz
Post AnteriorPróximo Artigo
Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA) Médico (PUC-CAMPINAS) Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP) Pós Graduando em nutrologia (ABRAN) Residente Medicina Esportiva (USP-SP) email: walteresportiva@yahoo.com.br instagram: @walterkantovitz