Pergunta ao Doutor

Conheça a lista de alimentos que o diabético deve evitar

Diabetes x Alimentos

Quais alimentos os diabéticos devem evitar?

O Diabetes Mellitus (DM) é um grupo heterogêneo de distúrbios metabólicos do organismo que vai ter como resultado final a hiperglicemia (excesso de glicose no sangue). Isso pode acontecer pelos defeitos na ação e/ou secreção da insulina (hormônio liberado pelo pâncreas).

Não deve ser novidade para ninguém que a Diabetes Mellitus (DM) é uma epidemia (que se desenvolve de forma rápida e progressiva) em curso.

No mundo, em 1985 eram 30 milhões, em 1995 eram 135 milhões e em 2002 o valor de 173 milhões. Em 2030 a projeção é para 300 milhões de pessoas com Diabetes Mellitus.

A ciência mostra que as alterações no estilo de vida (dieta e exercício físico) tem forte associação com o incremento dos casos de Diabetes Mellitus. Assim sendo, não é de se espantar que a prevenção, tratamento e gerenciamento devem ter como base uma dieta bem controlada e um programa bem definido de exercícios físicos visando combater principalmente o excesso de peso.

Em relação à terapia nutricional, o objetivo final é o bom estado nutricional, uma saúde fisiológica excelente, e consequentemente uma melhor qualidade de vida.

Para se ter uma ideia, as evidências científicas têm demonstrado que um bom acompanhamento nutricional promove redução de 35 a 70 mg/dl do total da glicose sanguínea. Quando associados a outras intervenções esses valores podem baixar ainda mais.

Como deve ser a base da dieta do Diabetes mellitus?

Carboidratos (CHO) ————————CHO totais: 45% – 60%. Não < 130 g/dia

Sacarose————————————– Até 10%

Frutose—————————————- não se recomenda adição nos alimentos

Fibra alimentar—————————— Mínimo de 20 g/dia ou 14 g/1000 kcal

Gordura total (GT) —————————Até 30% do VET

Ác. Graxos saturados (AGS) ————– < 7% do VET

Ác. Graxos trans (AGT) ——————— < 2 g

Ác. Graxos poliinsaturados (AGPI) —— Até 10% do VET

Ác. Graxos monoinsaturados (AGMI) —- Completar de forma individualizada

Colesterol—————————————- < 200 mg/dia

Proteína —————————————– 15% – 20% do VET

Sódio ——————————————— Até 2400 mg

 

A recomendação dietética deve ser seguida da maneira mencionada acima, sendo fracionada em seis refeições (três principais e três lanches).

A forma preferencial de preparo deve ser os grelhados, assados, cozidos ou mesmo crus.

Os alimentos diet/zero/light podem fazer parte do plano alimentar mas não devem ser usados de maneira exclusiva como é visto no dia a dia.

Para uma melhor aderência do paciente ao plano alimentar proposto deve-se provocar o mínimo de “trauma” possível ao mesmo, e para isso as preferências individuais, suas programações diárias e sua classe social (poder aquisitivo) têm que ser respeitados.

Quais os principais alimentos que o diabético deve evitar?

Antes de listar os alimentos a serem evitados, um conceito deve estar bem sedimentado:

CARBOIDRATO se transforma em AÇÚCAR, e isso ocorre INCLUSIVE com os alimentos salgados.

  • Farinha branca

Os alimentos cuja base é a farinha branca devem ser evitados. São eles: pães, massas e bolos. Estes possuem um alto índice glicêmico.

Vocês lembram o que é Índice Glicêmico (IG)?

O IG é uma medida que confere a capacidade que o carboidrato presente nos alimentos tem de influenciar na concentração de glicose plasmática. O IG tem influência em torno de 49% a 79% da variabilidade da resposta insulínica pós-refeição.

Dentro desse contexto, uma boa opção é o uso da farinha integral, pois ela não proporciona grandes picos de glicose no sangue. Mas não se anime com essa notícia, pois os integrais também possuem carboidratos e devem ser consumidos de maneira não abusiva.

  • Açúcar branco refinado

Esse tipo de alimento deve ser abolido do seu cardápio. Além de possuir alto IG, leva a outras doenças do nosso organismo.

  • Batata e outros tubérculos

A batata é o principal vilão desse grupo. Mas podemos citar ainda a cenoura cozida como alimentos de alto índice glicêmico IG.

Muito cuidado com esses alimentos, pois eles aumentam muito sua glicose do sangue pós-alimentação e se transformam em centenas de moléculas de açúcar.

  • Alimentos livres de glúten (tapioca e polvilho/pão de queijo)

A tapioca está entre os alimentos queridinhos do momento. Porém tome muito cuidado, pois apresentam IG muito elevado o que deve ser evitado pelo diabético.

  • Frutose (Açúcar da fruta)

Muitas pessoas tem o conceito que pode comer frutas à vontade.

Isso não é verdade, pois muitas delas têm a capacidade de aumentar significativamente a glicose do sangue. Entre elas: abacaxi, melão, melancia e banana.

Parece fácil cortar açúcar do plano alimentar, porém o controle da alimentação do diabético vai muito mais além daquele tão famoso açúcar brando refinado.

Consulte sempre um profissional qualificado para orientá-lo.

Até a próxima

Siga no instagram @walterkantovitz

Compartilhe nas suas redes sociais e espalhe o vírus da saúde #30tododia 

Leia também TUDO SOBRE A CREATINA.

Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA)
Médico (PUC-CAMPINAS)
Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP)
Pós Graduando em nutrologia (ABRAN)
Residente Medicina Esportiva (USP-SP)
email: walteresportiva@yahoo.com.br
instagram: @walterkantovitz
Post AnteriorPróximo Artigo
Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA) Médico (PUC-CAMPINAS) Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP) Pós Graduando em nutrologia (ABRAN) Residente Medicina Esportiva (USP-SP) email: walteresportiva@yahoo.com.br instagram: @walterkantovitz