Dicas

Riscos e benefícios do agachamento

Agachamento

Mitos e verdades no agachamento

O agachamento é considerado um dos exercícios mais eficazes para desenvolvimento de membros inferiores, tanto no treinamento de força, quanto nos trabalhos de reabilitação muscular, sendo assim um dos movimentos mais estudados na musculação.

Ele se caracteriza por ser um exercício de cadeia cinética fechada (região distal do membro esta fixa no chão).

Se classifica em 3 tipos de acordo com o ângulo de flexão do joelho:

  • agachamento parcial (135graus),
  • agachamento paralelo (90 graus) e
  • agachamento profundo (45 graus).

Assim como qualquer outra atividade ou exercício, se executado de forma incorreta ou com cargas excessivas podem causar lesões músculo-esqueléticas.

Execução do agachamento:

Forma correta de execução do agachamento:

  1. Coloca-se a barra com peso sobre os ombros, atrás do pescoço,
  2. segurá-la com as mãos pronadas,
  3. agachar-se flexionado os quadris e joelhos e
  4. retornar a posição inicial.

Os pés devem estar paralelos um ao outro, com distância entre eles equivalente à distância dos quadris e nunca ultrapassar o joelho à frente da linha dos dedos, além de não projetar os glúteos para trás e manter o tronco sempre ereto para não compensar o movimento com a coluna.

Lembrando que o movimento não pode exercer dor nas articulações.

@rafaelasenador
@rafaelasenador

Agachamento pode causar lesão lombar ou joelho? Devo evitar em quais doenças?

Alguns estudos concluem que o agachamento mesmo sendo executado de forma correta podem aumentar a pressão intradiscal nas vértebras L5/S1.

Então muito cuidado na execução desse movimento se você já possui algum grau de discopatia lombo-sacra, porém se não possui nenhum quadro de discopatia, realize o movimento sempre respeitando a carga e orientação do seu professor que não terá problemas.

É muito difundido entre ortopedistas e profissionais de educação física que não se deve ultrapassar o joelho além da linha dos pés, pois isso aumenta a pressão femoro patelar.

Esse pensamento está correto, pois estudos indicam que o pico da carga mecânica no joelho quando esse passa em média de 11cm da linha do pé, é cerca de 31% maior que quando o joelho não ultrapassa essa linha. Então não se deve passar da linha da ponta do pé, pois assim se diminui a força de compressão na patelo femoral e consequentemente gera uma menor solicitação mecânica desta articulação. É sabido que a força patelo femoral excessiva e continua pode contribuir para lesões no joelho tais como condromalácia patelar e osteoartrite.

Pacientes com encurtamento de musculatura posterior (isquiotibiais, tríceps sural e paravertebrais) podem ter dificuldades de realizar corretamente o movimento e para isso devem fazer um trabalho prévio de alongamento dessa musculatura.

Uso de cinta lombar ajuda preservar a integridade lombar durante o agachamento?

Um estudo de Lamber e Giacobbe, demonstrou que o aumento da pressão intra abdominal gerado pelo uso de cinta, pode auxiliar na preservação da integridade da coluna lombar.

Outros estudos dizem que ao se fazer agachamento com a cinta, ocorre maior ativação dos músculos do quadríceps e isquiotibiais. Portanto acho válido o uso da mesma durante a execução do movimento.

Opinião do especialista:

O agachamento se realizado de forma correta com auxílio do seu professor, respeitando-se seus próprios limites não causa lesão. É um excelente exercício para treino de força de membros inferiores e para atividades de reabilitação.

Texto:

Ortopedista Dr. Victor Titonelli, siga no Instagram @titonelli

Dr. Victor Titonelli
Ortopedista e Traumatologista especialista em cirurgia do joelho.
Médico staff do Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia).
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (ISBRATE).
Tel do consultório 38618957. Instagram @titonelli
Email: victortitonelli@hotmail.com
Post AnteriorPróximo Artigo
Dr. Victor Titonelli Ortopedista e Traumatologista especialista em cirurgia do joelho. Médico staff do Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia). Membro Titular da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (ISBRATE). Tel do consultório 38618957. Instagram @titonelli Email: victortitonelli@hotmail.com