Dicas

Você sabia que o seu estilo de vida pode prevenir o Câncer de Mama?

Câncer de Mama

Prevenção e Estilo de Vida

Outubro se configura como o mês de conscientização sobre o câncer de mama.

A importância do estilo de vida e da obesidade no desenvolvimento da doença estão cada vez mais presentes na pauta de discussões sobre o tema.

Dois pontos cruciais incluem o excesso de gordura corporal, principalmente na pós-menopausa, e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, considerados fatores de risco convincentes para o câncer de mama.

GORDURA CORPORAL E CÂNCER DE MAMA: QUAL É A RELAÇÃO?

O tecido adiposo é considerado um “órgão endócrino”, ou seja, além de armazenar gordura, é capaz de produzir hormônios.
Dessa forma, o excesso de gordura corporal faz com que a produção de hormônio feminino; se mantenha alta mesmo após a menopausa, através da conversão de androstenediona em estrona no tecido adiposo.

Somada à exposição hormonal prolongada, a inflamação crônica em obesas contribui para a ocorrência de resistência insulínica e hiperinsulinemia, que podem aumentar o risco de câncer de mama pelo estímulo a proliferação celular e processos anabólicos.

ESTILO DE VIDA NO COMBATE AO CÂNCER DE MAMA

Como fatores protetores temos a amamentação e incorporação de hábitos de vida que incluem a alimentação saudável e prática regular de atividade física, buscando o controle do peso e da gordura corporal.

Nesse contexto, existem recomendações que sugerem a realização de pelo menos 30 minutos de atividade física por dia.

O #30tododia pode incluir uma caminhada, andar de bicicleta, dançar, nadar…

Ou seja, não estabelece uma atividade, só considera que sejam práticas prazerosas que aumentem a adesão e regularidade.

Já a alimentação deve ter como base comida de verdade, colorida e variada, rica em grãos integrais, frutas, legumes e verduras.

Deve-se evitar o consumo de industrializados, carnes processadas, bebidas adoçadas, grãos e açúcar refinados, por estarem relacionados com a obesidade.

Por fim, recentes pesquisas em oncologia estão avaliando a influência das toxinas e contaminantes ambientais como, por exemplo, os agrotóxicos e o bisfenol A (presente em recipientes plásticos) no desenvolvimento do câncer de mama. Embora mais estudos sejam necessários, quanto mais pudermos evitar, melhor!

Portanto, além da realização de exames de rastreamento, ações para prevenção devem considerar como pilares:

  • Alimentação saudável
  • Controle do peso
  • Amamentação
  • Redução do consumo de álcool
  • E, claro, #30tododia.

Daiane Spitz – Nutricionista
Atendimento em Ipanema, Tijuca, Body Tech Jardim Botânico; Botafogo
SITE: www.daianespitz.com.br
INSTAGRAM: @daianespitz
FACEBOOK: Daiane Spitz – Nutricionista

Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia
Professor de Educação Física – UFRJ
Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística.
Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional
Consultas: 21 2529-6473
Email: marcellopaiva@30tododia.com.br
Post AnteriorPróximo Artigo
Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia Professor de Educação Física - UFRJ Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística. Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional Consultas: 21 2529-6473 Email: marcellopaiva@30tododia.com.br