Dicas

Anabolizantes e a sua saúde

Anabolizantes

Os riscos para a saúde causados pelo uso de anabolizantes é bem marcado na literatura.

No entanto, alguns usuários ainda insistem em afirmar que o uso de tais substâncias não oferece perigo quando feito de maneira “consciente”, ou seja, quando seu uso é moderado e monitorado por médicos (geralmente, por meio de exames de sangue periódicos).

O Conselho Federal de Medicina (CFM), ao analisar um total de 574 trabalhos acadêmicos publicados entre 1934 e 2006, reafirma a proibição do uso de hormônios com fins estéticos.

Dentre os assuntos relacionados à testosterona, apresentados nesses trabalhos, destacam-se:

  • variação dos níveis de testosterona ao longo da vida,
  • força muscular,
  • relação da testosterona com câncer (especialmente de próstata),
  • doença cardiovascular,
  • osteoporose,
  • diabetes
  • sintomas causados pela deficiência de testosterona.

Nenhum dos estudos relaciona o uso de testosterona como modulador seguro para a saúde.

Acesse aqui o artigo original (http://www.portalmedico.org.br/pareceres/CFM/2012/29_2012.pdf)


Considerando-se o levantamento feito pelo CFM, não existem publicações que defendam o uso seguro de hormônios para fins estéticos.

O uso de hormônios para fins estéticos está relacionado a uma dose com efeito anabólico (supra fisiológica), isto é, uma quantidade maior do que a produzida pelo organismo. Consequentemente, os efeitos esperados são, principalmente, aumento da massa muscular e perda de gordura. Como esses efeitos são bem significativos, os usuários adquirem um físico irreal.

Para exemplificar alguns efeitos do uso de anabolizantes para fins estéticos, o trabalho de Akcakoyun, et al. (2014) é de extrema relevância.(http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4111565/)

O referido estudo, realizado com fisiculturistas, estabelece relações entre o uso de esteroides anabolizantes e a função cardiovascular. Os resultados sugerem que usuários de esteroides pesados (fisiculturistas) são mais propensos a ter a função cardíaca irregular e uma taxa de morte muito maior quando comparados com indivíduos que não são usuários.


Outro estudo com o mesmo enfoque, desta vez conduzido pelo Journal of the American Society of Nephrology,(http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4111565/) demostrou a prevalência de doença renal entre os fisiculturistas que usaram esteroides ao longo de apenas dois anos. Foram encontrados sinais de doença na maioria dos atletas, algumas delas já em um quadro irreversível.

Atletas que fizeram uso de anabolizantes:

Na foto desta página, vemos dois fisiculturistas profissionais da década de 90 que morreram em decorrência do uso dessas substâncias.

Um deles é Mike Matarazzo, top 10 IFBB pro, de 1992 a 2001. Quatro vezes top 5 no Night of Champions. Morreu de um ataque cardíaco em 2014, aos 47 anos.

Mike Matarazzo
Mike Matarazzo

 

O outro é Andreas Munzer, 13 vezes top 5 ,de 1986 a 1996. Considerado um “pioneiro” no uso de diuréticos para obter aparência de fisiculturista com baixo percentual de gordura, “seco”. Morreu de falência múltipla de órgãos em 1996, aos 32 anos.

 

Andreas Munzer
Andreas Munzer

 

Lista com mais 29 fisiculturistas que morreram em consequência de complicações causadas pelo uso de drogas com objetivo estético.

Dan Puckett:

1º lugar 2006 NPC Colegiado Nacional de Pesos Pesados. Morreu de insuficiência cardíaca em 2007, 22 anos de idade.

Scott Klein:

Quatro vezes competidor NPC Heavyweight (1995 e 1997), duas vezes NPC competidor super-pesado (1998 e 2000). Morreu de insuficiência renal em 2003, 30 anos de idade.

Robert Benavente:

Competiu em várias apresentações de NPC de 1994 (divisão adolescente) a 2003 (1º lugar no sul da América). Morreu de um ataque cardíaco em 2004, 30 anos de idade.

Trevor Smith:

Bodybuilding, escritor e treinador. Nunca concorreu, mas pesava mais de 180 kg. Morreu de um ataque cardíaco em 2004 aos 30 anos de idade.

Mohammed Benaziza:

Total  de 7 vitórias em Grandes Prémios em 1990 e 1992, o 1º lugar no 1990 Night of Champions (batendo Dorian Yates), dois top 5  em exibições Mr. Olympia (1989 e 1992). Morreu de insuficiência cardíaca horas depois de vencer o show Grand Prix Holland em 1992, 33 anos de idade.

Daniele Seccarecci:

Competidor IFBB de 2007 a ​​2013. 2010 Guinness World Record Holder por ser o “mais pesado fisiculturista competitivo” . Morreu de um ataque cardíaco em 2013, 33 anos de idade.

Luke Wood:

Competidor IFBB 2001-2008, muitas vezes entrando no top 10. Morreu de complicações após um transplante de rim em 2011, 35 anos de idade.

Chris Janusz:

Competidor amador, treinador nutricionista  e consultor de preparação para competições. Morreu de causas não reveladas em 2009, 37 anos.

Art Atwood:

Frequente top 10 finisher em competições  da IFBB 2002-2004, incluindo o primeiro lugar  no  Toronto Pro (2002). Morreu de um ataque cardíaco em 2011, 37 anos.

Mat Duvall: 

Quatro vezes entre os três finalistas no NPC  (National Bodybuilding Championships) divisão Super-pesado (1999, 2001, 2002, primeiro em 2003). Morreu de um ataque cardíaco em 2013, aos 40 anos.

Ed Van Amsterdam:

Campeão europeu em meados da década de 1990, freqüente top 10 IFBB 2002 – 2003. Morreu de um ataque cardíaco em 2014, aos 40 anos.

Fannie Barrios:

Duas vezes vencedor Jan Tana (2001, 2002). Três top 8 na Ms. Olympia (3º lugar em 2002). Morreu de um acidente vascular cerebral em 2005, aos 41 anos.

Charles Durr: Seis vezes  top 5 NPC e IFBB entre os anos 1988 a 1999. Competiu na IFBB Championships 2004 América do Norte. Morreu de um ataque cardíaco em 2005, aos 44 anos.

Anthony D’Arezzo:

Três vezes top 10 NPC super pesado  (1993, 1994, 1995). Primeiro no NPC New England em 1997. Morreu de um ataque cardíaco na noite antes de uma competição em 2006, aos 44 anos.

Greg Kovacs:

Competiu em diversos shows da IFBB de 1997 a 2005. Conhecido nas rodas de culturismo um atleta acima da média pesando regularmente mais de 180 kg. Morreu de insuficiência cardíaca em 2013, aos 44 anos.

Ron Teufel:

1978 IFBB Mr. EUA. Runner-up para Samir Bannout em 1979 Amateurs mundo. Top competidor IFBB em 1981 e 1982. Morreu de insuficiência hepática em 2002, 45 anos de idade.

Hans Hopstaken:

Competidor NPC entre 1998 e 1999. competidor IFBB entre  2000 e 2001, incluindo dois top 5 no Mister  Olympia. Morreu de insuficiência cardíaca em 2002, 45 anos de idade.

Frank Hillebrand:  

Competidor peso leve (Light-Heavyweight Champion 1987, 1989), várias vezes  top 10. finalista IFBB de 1990 a 1993. Morreu de um ataque cardíaco em 2011, 45 anos de idade.

Alex Azarian:

competidor NPC 2002-2009, incluindo um total de cinco títulos. Treinador  nutricionista  e consultor de preparação para concursos. Morreu de causas não reveladas em 2015, 45 anos de idade.

Ray Mentzer:

Concorrente IFBB 1979-1982 incluindo 1º lugar 1978 Mr. EUA, e vários top 3 .Morreu de insuficiência renal em 2001, 47 anos.

Nasser El Sonbaty:

Frequente  top 8 IFBB 1990-1992, consistente top 4 finisher em shows de 1993-1998, incluindo 2 no Mr. Olympia 1997 e terceiro em 1995 e 1998  no Mr.Olímpia. Morreu de complicações de coração e insuficiência renal em 2014, 47 anos.

Don Ross:

Competidor Amador entre  1965-1972, pro bodybuilder 1973-1980 com 10 top 5. Morreu de um ataque cardíaco em 1995, 49 anos.

Mike Mentzer: 

Top 3 IFBB pro 1975-1979, incluindo 2 em 1976 e 1977.
Primeiro lugar no  Mr. Universo, Mr. América 1976, e primeiro  lugar nos pesos pesados do  ​​Mr. Olympia 1979 (perdeu a geral para Frank Zane). Primeiro pro bodybuilder  a ser premiado com uma pontuação perfeita em um concurso. Morreu de complicações cardíacas em 2001, 49 anos.

Don Youngblood:

NPC e competidor da IFBB Masters de 1994 a 2002. segundo lugar no Olympia 2001 Masters  e primeira vencedora em 2002. Morreu de um ataque cardíaco em 2005, 49 anos.

Stoil Stoilov:

NPC e IFBB de 2005 a 2014. Morreu em 2014, uma semana após a conquista da segunda colocação  em uma mostra nacional, 49 anos.

Terri Harris:

Frequente top 5 finalista no NPC e IFBB entre 2002-2012, incluindo vários primeiros  lugares entre 2011 e 2012. morreu de um ataque cardíaco dois dias depois de um concurso em 2013, 50 anos de idade.

Ed Kawak:

3vezes Mr. Universo (1982-1985, 1993). Concorrente IFBB em 1996 e 1999. Morreu de um ataque cardíaco em 2006, 51 anos.

Vince Comerford:

Competidor Amador  de 1984 a 1986. O primeiro lugar peso médio  em 1987 NPC (perdeu para Shawn Ray). Competidor IFBB em 1989 e 1990. Morreu de um ataque cardíaco em 2014, 52 anos.

Greg DeFerro:

1979 IFBB Mr. International, cinco  vezes top 4 no IFBB entre 1981-1984, Morreu de doença cardíaca em 2007, 53 anos.

Nossos sentimentos aos amigos e familiares desses  fisiculturistas.

Que você não escolha esse destino para a sua vida e invista na sua saúde sem anabolizantes.

Pratique atividade física e respeite os limites do seu corpo!!

Referências
1)Akcakoyun, et al. Use of long-term androgenic anabolic steroids are associated with atrial electromechanical delay increase male bodybuilders. Biomed Res Int. 2014.
2)Acar, Suraj, et al. Cardiac and metabolic effects of abuse of anabolic androgenic steroids in lipids, blood pressure, left ventricular dimensions, and rhythm. American Journal of Cardiology in September 2010; 106 (6): 893-901.
3) https://www.t-nation.com/steroids/big-dead-bodybuilders.
4) http://www.portalmedico.org.br/pareceres/CFM/2012/29_2012.pdf

Rodrigo Boson
Professor de Educação Física UFRJ
Pós Graduação em Fisiologia do Exercício e Treinamento de Força.
Especialista em Emagrecimento.
Post AnteriorPróximo Artigo
Rodrigo Boson
Professor de Educação Física UFRJ Pós Graduação em Fisiologia do Exercício e Treinamento de Força. Especialista em Emagrecimento.