Pergunte ao Nutricionista

Qual a melhor dieta para o carnaval?

Qual a melhor “dieta” para o carnaval?

O Carnaval é uma época do ano onde muitos buscam estar em forma. Para isso, uma das abordagens adotadas é a realização de dietas, sendo as mais preferidas aquelas, que resultem em resultados mais “rápidos”.

Com esse intuito, as dietas mais utilizadas tendem ser aquelas da moda (dieta detox, do glúten, da lua, das estrelas) e/ou aquelas vistas em revistas.

Entretanto, estas além de normalmente promoverem uma restrição calórica muito exarada, também costumam excluir alguns alimentos ou grupos alimentares de forma totalmente desnecessária.

O resultado final disso tudo são resultados passageiros e a geração de efeitos negativos no organismo que irão dificultar o emagrecimento a longo prazo.

Por isso, precisamos entender que fazer dieta não significa comer pouco ou escolher um alimento apenas pelo seu valor calórico, mas sim saber fazer escolhas aliadas ao bom senso e a moderação. Além disso, vale lembrar que cada indivíduo terá um contexto e necessidades diferentes, portanto a melhor abordagem que existe deve ser feita de forma individual, ou seja, a proporção da dieta ou rotina alimentar de um indivíduo nem sempre será equivalente a de outro. Entretanto, existem algumas dicas ou recomendações gerais que podem ser dadas para que tenhamos uma dieta mais adequada para o alcance de nossas metas.

Leia: Álcool atrapalha o meu desempenho físico?

 

Dicas e recomendações para a “dieta” do carnaval

Em primeira instância, deve-se evitar a ingestão dos chamados carboidratos simples, que são aqueles que são facilmente digeridos e por isso disponibilizam energia rapidamente para o organismo, sendo que quando utilizados em momentos e quantidades inadequadas, tendem a ser estocados na forma de gordura.

Por isso, existem alguns alimentos como doces, bolos, biscoitos, cereais açucarados, sorvetes, refrigerantes, açúcar de mesa, farinha branca, macarrão instantâneo, sucos de caixinha, entre outros, que devem ser evitados ou consumidos com moderação.

Outra dica é tomar cuidado com a ingestão de alimentos gordurosos, como salgados, frituras, embutidos, maionese, margarina e carnes gordurosas, já que a grama de gordura é mais calórica do que a de carboidratos e proteínas.

Isso não é desculpa para se excluir totalmente a ingestão de gorduras do cardápio, apenas escolher os alimentos com as melhores para o nosso corpo. O mesmo pode ser dito a respeito do álcool, bom senso e equilíbrio na ingestão deste.

Em relação aos alimentos indicados para quem deseja perder peso, estes serão aqueles que além de nutrirem adequadamente o nosso corpo, ou seja, estarem associados a diversas vitaminas e minerais e fitoquímicos, também contribuam para diminuir nossa fome ou desejos fora de hora.

Nesse grupo, entram os carboidratos complexos (ricos em fibras), as proteínas de fontes magras e as gorduras de boa qualidade. Alguns exemplos de alimentos e grupos alimentares que se enquadram nessas condições são:

  • aveia,
  • arroz integral,
  • macarrão integral,
  • batata doce,
  • laticínios (queijos brancos, iogurtes s/açúcar, leite semi e desnatado),
  • patinho,
  • maminha,
  • alcatra,
  • frango,
  • peixes (atum, sardinha, tilápia),
  • vegetais,
  • frutas fibrosas (maçã, pêra, laranja, abacate, ameixa, pêssego, entre outras),
  • azeite de oliva extra virgem,
  • castanhas,
  • amêndoas,
  • nozes,
  • amendoim torrado, entre outros.

Sendo assim, tenham sempre isso em mente. O que realmente nos traz bons resultados é uma rotina alimentar bem estruturada e organizada, de preferência aliada a uma rotina de exercícios físicos.

Não devemos abrir mão de alguns prazeres da vida para todo o sempre, como comer um doce ou qualquer outro alimento que temos vontade, mas tudo tem o seu momento e forma corretos, sendo quedo contrário tais atos poderão atrapalhar o alcance de nossas metas.

Além disso, não existe prazer maior do que sentir e ver melhoras em nossa qualidade de vida, humor, disposição e bem estar que essas mudanças podem nos proporcionar. Por isso, aprendam a conciliar os extremos, mas sempre pensando primeiramente na sua saúde e qualidade de vida!

Texto:

Nutricionista Hugo Comparotto siga no instagram @nutricionistahugo

Nutricionista Marcelo Langsdorff siga no instagram @nutricionistamarcelolangsdorff

carnaval dieta 03

Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia
Professor de Educação Física – UFRJ
Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística.
Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional
Consultas: 21 2529-6473
Email: marcellopaiva@30tododia.com.br
Post AnteriorPróximo Artigo
Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia Professor de Educação Física - UFRJ Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística. Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional Consultas: 21 2529-6473 Email: marcellopaiva@30tododia.com.br