Pergunte ao Nutricionista

O que é lipoaspiração?

Lipoaspiração

Acho que não é novidade, mas sempre é bom lembrar o conceito de lipoaspiração.

O que é a lipoaspiração

Lipoaspiração é o processo de extração de gorduras superficiais por aspiração e punção através da introdução de uma cânula na região subcutânea com objetivo final da retirada de gordura local.

A lipoaspiração é uma das cirurgias mais realizadas em todo mundo, e o Brasil está entre os países que lideram esse procedimento.

É inegável e visível que esteticamente ela traz bons resultados, porém, qual seu impacto sobre a SAÚDE do paciente?

O que se tem especulado nos últimos anos é que a retirada abrupta da gordura subcutânea pela lipoaspiração pode afetar a composição corporal e o perfil do metabolismo corporal. O corpo entende que essa mudança deva ser compensada de maneira a recuperar a gordura que foi retirada. Essa recuperação ocorreria em semanas e terrivelmente na região intra-abdominal (visceral).

 

 

Será que isso é realmente é verdade?

Um estudo recente confirmou essa hipótese. Mulheres submetidas à lipoaspiração tiveram ganho de gordura na parte superior do corpo dentro de seis meses pós-cirurgia, e tal ocorrência estaria associada ao aumento do risco cardiovascular.

O estudo aponta que isso acontece justamente devido à diminuição aguda da gordura induzida por lipoaspiração, podendo desencadear mecanismos compensatórios que acabariam por recuperar a gordura corporal, principalmente intra-abdominal

Este resultado é de grande relevância, porque a gordura visceral está fortemente associada ao aumento do risco cardiovascular, um forte preditor de morbidade e mortalidade, independente de IMC.

Os reais mecanismos pelos quais a lipoaspiração pode causar aumento compensatório do crescimento de gordura visceral (intra-abdominal) permanecem ainda desconhecidos.

A maioria dos dados revela um padrão de diminuição de gasto energético induzida por lipoaspiração como um mecanismo adaptativo que levaria uma compensação com o aumento da massa de gordura.

Apesar do aumento da gordura visceral, os fatores clássicos de risco cardiovascular (por exemplo, sensibilidade à insulina e perfil lipídico) não foram prejudicados pelo procedimento de lipoaspiração. Embora o aumento dos níveis de colesterol total e de LDL pode sugerir o contrário.

Nesse contexto, você saberia dizer qual a descoberta mais importante do que foi descrito até agora?

Surpreendentemente, o exercício físico teria um efeito protetor na prevenção da recuperação compensatório da gordura visceral em resposta à lipoaspiração.

Exercício é particularmente eficaz em induzir a lipólise (quebra da gordura) da gordura visceral porque este depósito é mais sensível às catecolaminas (especialmente adrenalina) liberadas durante o esforço físico.

@paulaaloe
@paulaaloe

A Academia Americana de Cirurgia Plástica recomenda que a cirurgia de lipoaspiração deva ser um procedimento cosmético para a remoção de depósitos de gordura localizada que  não respondem à dieta e aos exercícios.

No entanto, esta declaração pode ser enganosa em alguns aspectos.

  • Em primeiro lugar, ela sugere falsamente que certos depósitos de gordura não podem responder a treinamento de exercícios.
  • Em segundo lugar, mostrou que a lipoaspiração não pode ser livre de potenciais consequências metabólicas adversas, especialmente para aqueles que não se dedicam ao treinamento físico supervisionado.

O que podemos concluir?

Que os resultados atuais indicam que uma diminuição do volume de gordura abdominal pela lipoaspiração não induz ao aumento de gordura desse local, porém desencadeia um aumento compensatório de gordura visceral num período de 6 meses após a cirurgia.

Importante lembrar que um programa de exercício supervisionado impede este aumento de gordura visceral compensatória.

Com base nos resultados apresentados, os pacientes devem ser informados do possível crescimento compensatório da gordura visceral e os potenciais riscos associados, como consequências de um procedimento de lipoaspiração.

Fique atento com essa informação.

Até a próxima!!!!!

Siga no Instagram @walterrosamilia

BIBLIOGRAFIA:

Benatti F et al.Liposuction induces a compensatory increase of visceral fat which is effectively counteracted by physical activity: a randomized trial.J Clin Endocrinol Metab. 2012 Jul;97(7):2388-95.

Acesse aqui e agora para adquirir uma play list perfeita para o seu treino, desenvolvida pela Sony Music para você que vive o conceito #30tododia.

Volume 1

http://smarturl.it/30tododia_V1

Volume 2

http://smarturl.it/30tododiaV2

Banner-iTunesGoogle 720

Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA)
Médico (PUC-CAMPINAS)
Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP)
Pós Graduando em nutrologia (ABRAN)
Residente Medicina Esportiva (USP-SP)
email: walteresportiva@yahoo.com.br
instagram: @walterkantovitz
Post AnteriorPróximo Artigo
Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA) Médico (PUC-CAMPINAS) Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP) Pós Graduando em nutrologia (ABRAN) Residente Medicina Esportiva (USP-SP) email: walteresportiva@yahoo.com.br instagram: @walterkantovitz