Pergunte ao Nutricionista

Fruta, suco de fruta ou suco na “caixinha” qual a diferença?

Fruta x suco de fruta x suco na caixinha

Quem nunca se fez essa pergunta?

Todo o líquido proveniente do processo de esmagamento de frutas ou vegetais aptos para consumo é um suco natural. Os sucos de frutas são fontes de fibras quando não são coados e nem peneirados, mas uma parte das fibras é perdida no preparo do suco.

Durante o processamento do suco, ocorre também a perda de parte das vitaminas e minerais pelo processo de oxidação (oxigênio com o alimento).

Por lei, os sucos de fruta industrializados são aqueles que contêm 100% de suco na sua composição, não podendo ter corantes artificiais ou aromas, e a quantidade de açúcar é de 10 % de seu volume.

Essa regra não serve para frutas que necessitam de diluição em água potável com proporção de 35% de polpa de fruta, como a goiaba e a manga.

Isso consta no decreto 6.871 de 6 de junho de 2009, que regulamenta a lei no 8.918, de 14 de julho de 1994.

Leia: Você sabia que o suco de beterraba pode te fazer correr mais?

SUCO DE FRUTA x SUCO DE FRUTA NA “CAIXINHA”

Fazer uma comparação entre esses dois tipos de suco é uma covardia, pois o suco natural é infinitamente melhor que o industrializado. Porém, toda vez que se vê descrito suco de fruta na embalagem, o primeiro pensamento é de se tratar de uma bebida saudável, mas no caso dos produtos industrializados isso não é válido.

Toda vez que for possível não consuma sucos de “caixinha”.

Os sucos industrializados são mais custosos e possuem imensa quantidade de açúcar. Mesmo na versão light/diet esses produtos não são saudáveis devido aos adoçantes, que são tóxicos para o organismo. Além de aromatizantes, corantes, sódio e acidulantes que também são produtos químicos nocivos à saúde.

Já os sucos naturais são ricos em fontes de minerais e vitaminas. Dentre os benefícios podemos citar a melhora da atividade nervosa e muscular, regulação de enzimas, ação antioxidante e melhora da constipação intestinal entre outros.

 

SUCO DE FRUTA: POSSO CONSUMIR À VONTADE?

O hábito de consumir frutas no Brasil, de acordo com Ministério da Saúde, ainda é pequeno. Segundo a Organização Mundial da Saúde deve-se consumir cerca de 400g de fruta, porém somente 19 % da população brasileira consome essa quantidade.

O bom senso e o equilíbrio devem prevalecer. Os sucos naturais devem ser ingeridos moderadamente, pois os mesmos também contém frutose (açúcar da fruta). Seu consumo em excesso pode favorecer o ganho de peso.

Consuma cerca de 500 ml/dia no máximo. Afirma Dr. Walter Kantovitz

Outro fator importante, e que deve ser seguido, é não substituir água por suco de fruta.

Uma maneira mais saudável de ingerir o suco de fruta é tomá-lo sem peneirar para que não se percam as fibras das frutas.

Além de todas as dicas citadas acima em relação ao consumo de suco natural de frutas, outro fator importante é em relação à variedade das frutas, pois elas tem diferentes composições com relação aos micro e macronutrientes.

Temos como exemplos, o suco de abacaxi, que apresenta grandes teores de cálcio e magnésio; o suco de uva que contém altos níveis de cobre; o suco de maracujá rico em fósforo, potássio e zinco. Os sucos de goiaba e acerola têm características semelhantes. Os sucos de manga, abacate, açaí são ricos em gorduras.

O importante é variar diariamente as frutas que vão ser usadas nos sucos.

SUCO DE FRUTA OU FRUTA?

  • Frutas:

Sempre que possível ingerir a fruta com a casca (mais fibra).

A fruta necessita do processo de mastigação (sucos não precisam). As frutas com esses dois princípios levam a uma maior saciedade se comparadas com os sucos. As frutas possuem também, na maioria das vezes, um baixo índice glicêmico se comparado ao suco.

  • Suco de frutas:

O suco de fruta deve ser ingerido da forma mais natural possível (sem coar ou peneirar e sem adição de açúcar).

O suco é um alimento de alto índice glicêmico, se comparado com a fruta. Porém não deixa de ser uma fonte de vitaminas e minerais e deve ser preferido no lugar de suco de “caixinha”, refrigerantes, ou outra bebida industrializada.

Esse assunto vem cada vez mais sendo pesquisado, e os estudos mais recentes e de excelentes fontes bibliográficas ditam que ingerir sucos de frutas pela manhã aumenta o risco de desenvolver diabetes.

Se comer a própria fruta o risco de desenvolver diabetes diminui. (estudo do autor Qi Sun, professor na Harvard School of Public Health, publicado em 29 de agosto 2013 no British Medical Journal).

Este é um assunto que deve-se ser abordado em um outro momento pois vários fatores estão envolvidos para se ter uma discussão tão breve.

 

Nutricionista Marcelo Langsdorff e o Dr. em Medicina do Esporte Dr. Walter Kantovitz. 

 

BIBLIOGRAFIA:

1) CASSEMIRO, I.A.; COLAUTO, N.B.; LINDE, G.A. Rotulagem nutricional: quem lê e por quê?. Arq. Ciênc. Saúde Unipar, Umuarama, v. 10, n. 1, p.9-16, jan./abr., 2006.

2) MORGANO, Marcelo Antônio, et. al Determinação dos teores de minerais em sucos de frutas por espectrometria de emissão óptica em plasma indutivamente acoplado; Ciênc. Tecnol. Aliment. vol.19 n.3 Campinas Sept./Dec. 1999

3) TEIXEIRA, Mirella; MONTEIRO, Magali. DEGRADAÇÃO DA VITAMINA C EM SUCO DE FRUTA. Alim. Nutr., Araraquara, São Paulo, v. 17, n. 2, p.219-227, jun. 2006.

4) SHILS, M.E., OLSON, J. A., SHIKE, M. Modern nutrition in health and disease. 8a ed. Philadelphia, Lea & Febiger, 1994.

 

Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA)
Médico (PUC-CAMPINAS)
Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP)
Pós Graduando em nutrologia (ABRAN)
Residente Medicina Esportiva (USP-SP)
email: walteresportiva@yahoo.com.br
instagram: @walterkantovitz
Post AnteriorPróximo Artigo
Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA) Médico (PUC-CAMPINAS) Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP) Pós Graduando em nutrologia (ABRAN) Residente Medicina Esportiva (USP-SP) email: walteresportiva@yahoo.com.br instagram: @walterkantovitz