Pergunte ao Nutricionista

Estudos recentes sobre adicionar gordura na alimentação

Você conhece e segue a pirâmide alimentar? Será que é verdade tudo que ela mostra?

Porque a base da pirâmide alimentar é um desastre do ponto de vista fisiológico, endocrino/hormonal?

Pois os alimentos que fazem parte da base da pirâmide, que são os carboidratos (pães, massas e cereais), são extremamente pobres do ponto de vista nutricional e ainda elevam muito o açúcar e a insulina sanguínea.

Mas vocês devem estar se perguntando: Porque então esse tipo de alimento está na base das recomendações?

Por incrível que pareça, a base está repleta de carboidratos NÃO porque estudos tenham demonstrado algum benefício desse alimento, mas pelo MEDO de qualquer coisa que contenha gordura na sua composição.

Quem aqui vai negar o medo enraizado de comer uma fatia de bacon ou uma porção de manteiga?

Culturalmente as pessoas foram doutrinadas e se convenceram de uma coisa MITOLÓGICA de que a gordura na dieta faz mal antes que pesquisas provassem se era verdade ou não. Desde essa crença, os indivíduos colocaram na base de suas refeições os carboidratos, pois precisavam de algum alimento energético para comer e sobreviver.

O que mais impressiona nisso tudo, é que as diretrizes foram estabelecidas e baseadas em uma teoria que NUNCA havia sido testada e muito menos provada. Só que as diretrizes para a prática médica devem ser baseadas em evidências.

Para quem não está habituado ao conceito de evidência, deve prestar mais a atenção e estar ciente de que as evidências dentro da medicina seguem um nível de hierarquia. As melhores evidências são estudos de revisões sistemáticas/ensaios clínicos randomizados, considerados nível 1 e 2.

Opiniões de especialistas e estudos de caso possuem um nível baixo de evidência.

Você ficaria assustado em saber que as diretrizes nutricionais vigentes NÃO estão baseadas em evidências e que essas contradizem diretamente tais diretrizes?

Saiba que reduzir gordura na dieta não tem impacto nem na mortalidade cardiovascular bem como na mortalidade total.

Em 2010 a escola de saúde pública de Harvard publicou uma metanálise (lembrem que são as melhores evidências) na principal revista de nutrição – American Journal of Clincal Nutrition – mostrando que as evidências são insuficientes para concluir que a gordura saturada da dieta esteja associada ao maior risco de doenças cardiovasculares e de doença coronariana.

Outra questão a ser abordada é em relação à obesidade.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostraram que entre 2006 e 2010, o número de homens e mulheres com quilos a mais do recomendado passou de 18,5% para 50,1% e de 28,7% para 48% respectivamente.

Metade da população está fora dos padrões recomendados.

Nunca ninguém se questionou sobre a Pirâmide Alimentar e de que suas recomendações sem fundamento e fracas evidências não é justamente o que está levando a esse exorbitante número de obesos e de todas as doenças relacionadas à obesidade.

Isso traz uma certa frustração e revolta, pois as verdades sobre o assunto estão sendo testadas, publicadas e documentadas nas melhores revistas e com os melhores níveis de evidências.

Está mais do que na hora de mudar tudo isso, e mostrar a população o que realmente funcionam. Porém, as indústrias alimentícias e farmacológicas não têm o mínimo interesse nisso, pois perderiam bilhões de dólares.

O que importa nesse contexto é o nível de evidências dos trabalhos que estão mostrando tudo ao contrário do que a pirâmide alimentar está trazendo. Fuja dessas recomendações imediatamente e ajude outras pessoas a entenderem melhor os bons hábitos alimentares.

Até a próxima,

Dr. Walter Kantovitz @walterkantovitz

Leia: Tudo sobre a creatina.

Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA)
Médico (PUC-CAMPINAS)
Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP)
Pós Graduando em nutrologia (ABRAN)
Residente Medicina Esportiva (USP-SP)
email: walteresportiva@yahoo.com.br
instagram: @walterkantovitz
Post AnteriorPróximo Artigo
Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA) Médico (PUC-CAMPINAS) Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP) Pós Graduando em nutrologia (ABRAN) Residente Medicina Esportiva (USP-SP) email: walteresportiva@yahoo.com.br instagram: @walterkantovitz