Dicas

Você sabia que o suco de beterraba pode te fazer correr mais?

Suco de beterraba x Corrida 

A alta ingestão ou suplementação de nitrato vêm demonstrando uma alteração fisiológica positiva nos atletas e praticantes de atividades físicas, afirmam as últimas pesquisas da área.

Como esta suplementação funciona no nosso corpo?

O óxido nítrico é uma substância essencial para a fisiologia “normal” do corpo e a sua carência é refletida em queda do desempenho na atividade física. Ele está envolvido em muitas reações, dentre as quais vale destacar:

  • vasodilatação, angiogênese, aumento da captação de glicose, contração muscular e função mitocondrial.

O nitrito pode ser reduzido gerando óxido nítrico e, por esta razão, a sua suplementação/alta ingestão diária pode ser utilizada como um excelente recurso ergogênico para a atividade. Ele atuaria beneficiando as reações nas quais está diretamente envolvido, como: perda de gordura (pelo aumento da função mitocondrial) e hipertrofia (pela angiogênese e melhora da captação de glicose).

Podemos aumentar os “estoques” de nitrito através da ingestão dietética de nitrato, sendo este último presente
em grandes quantidades na beterraba e algumas folhas.

Estudo comandado por Andrew M Jones (grande pesquisador sobre o assunto) demonstrou que a ingestão diária de 500 ml de suco de beterraba (5 a 7 mmol de nitrato) aumentou significativamente a concentração plasmática de nitrito e produção de óxido nítrico.

Como consequência, houve a redução da pressão sanguínea, redução da utilização de O2 durante exercício submáximo e aumento da tolerância ao exercício.

 

Importante!

O pico de nitrato plasmático ocorre 3 horas após a ingestão e se mantém elevado por 6 a 9 horas.

Faça as contas e comece a treinar na hora certa! Mas a ingestão deve ser feita diariamente para que ocorra uma “saturação” do nitrito plasmático e as consequentes respostas fisiológicas.

Atenção:

Existe a possibilidade de altas doses de suplementos de nitrato serem prejudiciais à saúde. Em contrapartida, a ingestão via alimentos mostra-se benéfica para a saúde.

Explore a ingestão de alimentos fontes de nitrato:

  • beterraba,
  • espinafre,
  • alface,
  • agrião.

Se você não come (ou não comia) verduras, está aí um ótimo motivo para começar a incluir verdes/roxos
nas suas refeições!

Bons Treinos!

Texto: Nutricionista Julia Engel, siga no Instagram @juliacengel

www.juliaengel.com.br

Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia
Professor de Educação Física – UFRJ
Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística.
Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional
Consultas: 21 2529-6473
Email: marcellopaiva@30tododia.com.br
Post AnteriorPróximo Artigo
Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia Professor de Educação Física - UFRJ Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística. Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional Consultas: 21 2529-6473 Email: marcellopaiva@30tododia.com.br