Dicas

Qual melhor Whey Protein? O que devo saber na hora de comprar?

Whey Protein

Cuidado com o que encontra por aí

Será que você está sendo enganado com o suplemento WHEY PROTEIN que usa?

Já escrevi vários textos sobre whey protein mostrando seus inúmeros benefícios, principalmente quando o assunto é aumento de massa muscular.

Leia: Benefícios do Whey Protein.

Leia: Quanto tempo depois do treino devo tomar meu Whey Protein. 

Por tais benefícios, o que se vê hoje é um aumento ostensivo de pessoas usando esse suplemento. Se não bastasse, as indústrias desse ramo, na busca por novos rótulos e maiores ganhos financeiros, lançam mão quase diariamente de vários “tipos” de whey.

Quem já não passou pela situação de entrar em uma loja de suplementos e, olhando pilhas e pilhas de potes coloridos e concluir: e agora qual eu levo?

A situação piora quando o vendedor chega próximo para tentar explicar sobre os produtos dificultando ainda mais sua escolha.

Lanço uma pergunta:

Já ouviu falar em AMINO SPIKING?

De uma maneira simplificada essa prática (amino spiking) consiste em aumentar a quantidade total de proteína do Whey Protein. Alguns devem estar pensando: que bom, terei mais proteína para complementar minha dieta e consequentemente terei mais massa muscular e maior desempenho.

Já se questionou quais são as proteínas/aminoácidos que foram adicionados e que constituem seu whey protein?

Os artifícios usados pelas fabricantes nessa “guerra” de preços e rótulos de suplementos são os mais diversos possíveis, porém a adição de proteínas/aminoácidos de baixo custo para aumentar o total de proteínas que consta no rótulo é o que prevalece. Isso tudo porque a proteína de alto valor  biológico (whey) é onerosa.

O problema é que os consumidores não tem, a maioria das vezes, nenhuma noção do que realmente está consumindo e se realmente aquilo faz efeito para o objetivo que ele quer (na maioria das vezes aumento de massa muscular).

 

qual melhor whey 01

A primeira coisa que a maioria faz ao ver um rótulo de whey é: qual a quantidade de proteína por porção?

Geralmente você está sendo enganado em relação ao que é oferecido.

Quer dizer então que posso estar sendo enganado? Como posso proceder para diminuir as chances disso acontecer?

“Mais uma vez você deve ler atentamente a tabela nutricional do rótulo e a sequência dos nutrientes descritos nele. Lembre-se que na descrição dos nutrientes o que vem primeiro é o que tem em maior quantidade e assim por diante”.

Afirma Dr. Walter Kantovitz

Os principais aminoácidos usados nessa prática do amino spiking são:

Taurina e Glicina. Outros aminoácidos não essenciais como o ácido glutâmico e a arginina também são usados. Alguns ainda podem conter creatina, glutamina e colágeno. Todos eles entrariam na soma total de proteína para tabela nutricional, porém não é aquilo que você está buscando, o whey.

Garanto que muito de vocês devem estar abismados com isso, mas o pior de tudo é que o órgão (ANVISA) fiscalizador permite tal prática. Assim sendo, os fabricantes, dentro da lei, usam e abusam da adição de aminoácidos mais baratos para esconder um produto que tem baixíssima quantidade de Whey protein, e vendem um produto “rico em proteína”

Alguns aminoácidos como Leucina, Isoleucina e Valina também são acrescidos ao Whey protein e nesses casos a intenção das fabricantes é ajudar o usuário a conseguir chegar aos seus resultados, ou seja, nem toda adição de aminoácidos é de mau tom.

Ter o conhecimento ou buscar o profissional que o tenha é o primeiro passo para realmente saber se é preciso iniciar com aquela suplementação, se ela se enquadra no seu objetivo, e se tem contido nela aquilo que realmente você busca.

Espero ter esclarecido um pouco mais sobre esse tipo de prática (amino spiking) e qualquer questionamento e dúvida estou à disposição.

Dr. Walter Kantovitz, Instagram @walterkantovitz

Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA)
Médico (PUC-CAMPINAS)
Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP)
Pós Graduando em nutrologia (ABRAN)
Residente Medicina Esportiva (USP-SP)
email: walteresportiva@yahoo.com.br
instagram: @walterkantovitz
Post AnteriorPróximo Artigo
Educador Físico e Fisioterapeuta (METODISTA) Médico (PUC-CAMPINAS) Pós Graduado em Fisiologia do exercício e biomecânica (USP-SP) Pós Graduando em nutrologia (ABRAN) Residente Medicina Esportiva (USP-SP) email: walteresportiva@yahoo.com.br instagram: @walterkantovitz