Pitacos

Um bate-papo muito produtivo com a surfista Angela Bauer

Esta semana tive o prazer de visitar a casa de uma das pessoas mais bacanas que conheci este ano, a surfista Angela Bauer.

Eu estava mesmo devendo uma remada de Stand Up em dos pontos que ela mais gosta e sempre me convida, a Barra de Guaratiba, lugar que há dois meses escolheu para morar. Confesso que não sabia que aquele lugar era tão bonito, muito menos que encontraria diversas tartarugas marinhas por lá. Todos estes detalhes fizeram do nosso encontro uma manhã regada à muita conversa, dicas, ideias e frutas, já que o mar estava super gelado e não conseguimos entrar.

Para quem não conhece Angela Bauer, aos 49 anos (pasmem), a “gaúcha-carioca” desfila este corpão desenhado a base de uma boa alimentação e atividade física, pela Prainha e Macumba, treinando agora para o novo esporte que está se dedicando, o Sup Waves.

fotos angela 6n 001510be3afa879dn

Com a autoridade de quem tem o título de 1ª Campeã Brasileira de Longboard, Campeã do Steinlanger Longboard Series, no Hawai, Campeã Carioca de SUP Wave, Vice-campeã Brasileira de Sup Surf, entre outros, se um dia você avistar uma loirinha batendo boca pelas ondas de alguma praia da zona oeste, fique tranquilo, é a Angela cavando seu espaço no mar.

“- Ah, peço licença mesmo, todo mundo ali me conhece e me respeita pela minha intimidade com o esporte e a experiência de quem já morou 13 anos no Hawai”, conta a atleta abrindo um sorriso ao falar da longa temporada que morou no estado norte-americano.

São 11 anos de longboard, três de SUP Surf, e na cabeça um turbilhão de idéias. No ano passado, Angela fundou a WISA (Woman´s International Stand Up Association), uma associação formada somente por mulheres para o desenvolvimento do esporte e a preservação ambiental. Na direção do projeto, Angela arrecada fundos para a compra de pranchas, além dos custos dos treinos e campeonatos da nova geração de meninas. O projeto logo ganhou forma e foi para as praias representado pelas bolsas de tela (ícones do projeto) cruzadas nas costas das surfistas, todas engajadas na coleta de lixo no mar.

“- Eu me sinto na obrigação de fazer isso pelo planeta, é a forma como posso contribuir para a natureza, que me proporciona viver desta profissão maravilhosa que é o surfe. Então se queremos continuar a viver assim, temos que cuidar”, explica Angela.

fotos angela 4 fotos angela 3n

Ok, talvez eu possa ter confundido um pouco a cabeça sua cabeça, mas sim, ela surfa, compete, dá aulas, cuida da WISA, mas o que poucos sabem ainda é que Angela ainda está criando um fundação que levará seu nome, e vai trabalhar a consciência ambiental nas pessoas e atuar fazendo a limpeza das praias brasileiras, buscando especialmente salvar as tartarugas marinhas.

A Fundação, ainda em momento de estruturação e captação de patrocínio, deve sair do papel já em 2014.

“- Quando eu não estiver mais aqui para fazer a minha parte, quero que dêem continuidade a este belo projeto e lembrem o quanto eu quis o bem deste planeta”, conta Angela sobre o novo projeto de vida.

E falando em tartarugas marinhas, em meio à nossa conversa, dou literalmente de cara com esses bichinhos bem abaixo da varanda da Angela, debruçada às águas da Restinga de Marambaia, o que me pareceu um gigante aquário natural.

30n                    IMG_0816n

Quer remar com ela e conhecer este pedacinho do Rio ainda descoberto por poucos?
bauersupsurf@gmail.com

Post AnteriorPróximo Artigo