LifeStyle 30 todo dia

Pedra da Gávea Rio de Janeiro

Para qualquer pessoa, morador ou visitante, do Rio de Janeiro e que aprecie trilhas e visuais com uma dose de desafio, a Pedra da Gávea, é um trajeto obrigatório.

Eu,  como bom carioca, e adepto desse “lifestyle” já fui algumas vezes e não me canso de querer subir de novo. Recomendo!

A trilha da Pedra da Gávea é a mais desafiante da cidade, mas conseguir chegar ao topo é muito gratificante. Pesada e longa, seu ponto crítico é a famosa e perigosa carrasqueira, um paredão de pedra de 30m, quase reto, que é transposto com auxilio de pés e mãos. Basta permanecer calmo, a subida é mais simples do que parece e praticamente todos que sobem não usam equipamento de segurança. Para minimizar os riscos, contrate um guia experiente que irá levar equipamentos e monitorar o uso.

foto-179

O percurso total é de aproximadamente 2.500m e pode ser feito em 3hs com tranquilidade mas pessoas treinadas conseguem fazer próximo a 1hr  A entrada para a trilha é feita pela barrinha, onde o ínicio da trilha fica dentro de uma rua fechada no final da rua do canal.  Embora possua alguns pontos de referência durante o trajeto para evitar que o visitante se perca, a constante erosão do terreno, a dificuldade de orientação e a grande demanda física tornam interessante a companhia de guias experientes. Há muitos casos de excursionistas perdidos, pois não conhecem a trilha e calculam mal seu tempo de permanência, sendo pegos de surpresa pelo anoitecer.

Não se arrisque a ficar preso na Pedra da Gávea.

A Pedra da Gávea é o maior bloco de pedra à beira mar do mundo. O lado da Pedra oposto ao mar, após longos processos de erosão, ou, segundo alguns, após ser esculpida pelos fenícios, aparenta o formato de um rosto majestoso e é encantador.

foto-178

A vista de cima dos 847m de altura da Pedra dão uma visão de toda a orla do Rio de Janeiro, entre a Zona Sul e Zona Oeste. Além disso, é possível ver as montanhas que descem da Floresta da Tijuca. É indescritível.

Por estar acima da rampa de vôo livre da Pedra Bonita, é possível acompanhar a decolagem e os voos dos aventureiros e esportistas, em um belo cenário que envolve a vegetação da Floresta da Tijuca e as praias da Zona Sul.

É comum pessoas subirem a noite com equipamentos de iluminação e aparatos para passar a noite lá em cima, para assistirem o espetáculo no nascimento do sol de lá de cima. A última vez que subi fiz isso e digo que foi indescritível a sensação. Vale a pena!

foto 1-15

O colorido antes do sol aparecer é incrível também. Então se você ainda não foi, se programe e se já foi certamente quer voltar. Vamos que vamos!

Horário de visitação;
Das 8 as 17h ( no verão até as 18h)

@rafawinicki

personal trainer, carioca de corpo e alma, privilegiado por viver, absorver e desfrutar da cidade maravilhosa, amante e dependente da endorfina, apreciador da fotografia com estilo de vida saudável e sempre em busca de ser e estar feliz comigo mesmo e com todo o universo que me envolve. Equilibrio nas atitudes e nos habitos da vida , sempre analisando a relacao custo x beneficio de cada possilidade para viver sempre minimizando o custo e enaltecendo os beneficios…
Post AnteriorPróximo Artigo
personal trainer, carioca de corpo e alma, privilegiado por viver, absorver e desfrutar da cidade maravilhosa, amante e dependente da endorfina, apreciador da fotografia com estilo de vida saudável e sempre em busca de ser e estar feliz comigo mesmo e com todo o universo que me envolve. Equilibrio nas atitudes e nos habitos da vida , sempre analisando a relacao custo x beneficio de cada possilidade para viver sempre minimizando o custo e enaltecendo os beneficios...