caopanheirolabra

Reveillon; como lidar com o medo de fogos de artificio.

Ano novo é uma maravilha né!? Festa, champagne, fogos.. opa!

Pode ser uma maravilha e muito divertido pra gente, mas para os nossos cãopanheiros virada do ano significa medo e tortura. O medo de fogos de artifício é uma fobia muito comum nos cães.

fogos

 

Dei uma sorte louca que o Polo é tão ZEN que não esta nem ai pra fogos..  ja levei ele a copacabana e ele dormia durante a queima. Pode isso?!

Agora se o seu amiguinho não é “quebrado” como o meu rss a boa notícia é que encontrei um site com uma dica super legal de coisas que você pode fazer para ajudar o seu cão a passar com mais tranquilidade por esse período de festas – e fogos.

Que tal praticar antes?

Acostumar o seu amiguinho com o som para pelo menos amenizar o medo deles.. como? Simples:

  1. Encontre um vídeo de fogos de artifício
  2. Coloque esse vídeo para seu cachorro ouvir o mais baixo possível algumas vezes por dia.
  3. Associe o som dos fogos com algo que seu cão goste, por exemplo: petisco preferido, brinquedo, cafuné, escovação etc.
  4. Comece a aumentar o volume do vídeo ao longo dos dias e continue a associar o som dos fogos com algo que seu cachorro goste, para que ele associe: barulho de fogos = coisa boa.
  5. Se em algum momento o seu cachorro demonstrar algum sinal de medo, abaixe o volume até o ponto em que ele se sinta confortável.
  6. Repita o quanto for necessário todos os dias até seu cachorro conseguir ouvir o som dos fogos bem alto sem ficar com medo.

fogos2

Agora, se você não teve tempo para preparar seu cão para o ano-novo, ou se a dessensibilização não eliminou o medo dele completamente, existem algumas coisas que você pode fazer para amenizar o medo do seu cão dos fogos. Essas dicas devem ser úteis para cães que tenham um nível médio/moderado de medo.

  1. Durante a virada do ano, NÃO MUDE SEU COMPORTAMENTO. A maioria das pessoas tendem a mimar/acolher seus cães quando eles demonstram que estão com medo de fogos. As pessoas fazem mais carinho que o normal, abraçam, falam com os cães com voz doce. Em vez de ajudar a acabar com o medo, esse comportamento do dono reforça o medo no cão. Ele associa: medo = carinho.
  2. Tente você mesmo não reagir aos fogos de artifício. Se você demonstra prontidão logo antes dos fogos, por conta do medo do seu cão, isso só irá piorar o que ele sente. Você acabará deixando-o ansioso. Sua linguagem corporal dizem para seu cão se ele precisa ficar com medo ou não.
  3. Faça o possível para camuflar o som dos fogos. Ligue o rádio ou a TV, feche as janelas, ligue o ventilador e/ou o ar-condicionado,
  4. Não force seu cão a nada. Se ele quiser se esconder embaixo da cama, deixe. Não o obrigue a fazer nada que ele não queira, pois isso pode acarretar em um aumento do medo e o cão pode se tornar um cão agressivo se sair de sua zona de conforto.

Leia mais:

Cachorro com medo de fogos de artifício – como resolver http://tudosobrecachorros.com.br/2012/12/cachorro-medo-fogos-de-artificio.html#ixzz2oyqhwhlB

Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia
Professor de Educação Física – UFRJ
Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística.
Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional

Email: marcellopaiva@30tododia.com.br

Post AnteriorPróximo Artigo
Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia Professor de Educação Física - UFRJ Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística. Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional Email: marcellopaiva@30tododia.com.br