Pergunte ao Professor

Corrida na rua ou na esteira

Corrida na rua ou esteira

“A lenda” Marcio Puga 63 anos, formado pela UFRJ, especializado em treinamento de corrida, 48 maratonas, centenas de provas de rua e um dos idealizadores da aula atual de running class deixa  aqui a sua opinião.

Considero dois esportes diferentes.

Rua, temos de locomover o corpo, enfrentar a resistência do ar, calor, imprimir um ritmo, etc…
Esteira, a lona roda, o corredor pula para se posicionar e acompanhar o ritmo que ela está impondo. E, numa academia, ar condicionado, música, água gelada, professor incentivando, etc…
Nos dois casos, muitas qualidades e vantagens, e não considero nenhuma desvantagem pois o importante é a atividade em si, não importa onde.
Quem já corre na rua, tem facilidades na esteira; quem só corre em esteiras, tem dificuldades na rua, normalmente.
Há uma teoria, não comprovada, de que correr na esteira, para simular estar correndo na rua, deve-se estar com uma inclinação de 1%.
Com as maiores dificulades na rua, a tendência é que haja uma maior queima de calorias, mas isso vai depender do esforço dispendido pelo corredor. A queima de caloria vai variar dependendo de um treino mais curto mas mais rápido, ou mais lento e mais longo (duração em tempo ou distância).
Qualquer treino ao ar livre, em que se incluir inclinação ou até areia fofa, essa queima tambem é maior, mas logicamente o ritmo será menor.
A esteira tem a vantagem de ter as inclinações à sua mão, literalmente, e poder-se anulá-la imediatamente, com a vantagem de não ter a descida. A maioria das boas esteiras vão a 15% de inclinação! Tente fazer algo com 15% de inclinação….dependendo a velocidade, você cai!
Da mesma forma, os trabalhos com mais intensidade (velocidade) na esteira, o corredor está sempre querendo se superar pois está vendo no painel à sua frente a velocidade que está. Só deve tomar muito cuidado para não extrapolar.
Muitos corredores hoje alternam os dois tipos de treino, esteira e rua.
Uma coisa que tem de ficar na cabeça das pessoas é que sem esforço, sacrificio, não vão chegar a lugar nenhum, principalmente à queima calorica. É aí que entra a areia, subida, tiros, treinos longos…..no pain, no gain. Steve Prefontaine, um dos maiores corredores americanos, falecido precocemente num acidente de carro, dizia: o melhor pace é o pace suicida!!! Então, hoje é dia de morrer!!!!!!!!!!
Leia também a opinião do nosso colunista Rodrigo Boson sobre esse assunto aqui.
30 todo dia
30 todo dia
Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia
Professor de Educação Física – UFRJ
Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística.
Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional
Consultas: 21 2529-6473
Email: marcellopaiva@30tododia.com.br
Post AnteriorPróximo Artigo
Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia Professor de Educação Física - UFRJ Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística. Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional Consultas: 21 2529-6473 Email: marcellopaiva@30tododia.com.br