Pergunte ao Professor

O que queima mais corrida ou natação? Entenda e faça a sua escolha

Natação x Corrida

O que queima mais natação ou corrida?

A noção de que o exercício físico regular possa prevenir ou adiar o progresso de doenças não é nenhuma novidade. As atuais condições da vida moderna aumentaram o interesse científico na área da mensuração do gasto energético das atividades físicas, uma vez que o avanço tecnológico alterou a maioria de nossas ocupações e meios de transporte, de forma que atualmente o gasto energético da população vem diminuindo drasticamente ao longo dos anos.

O sedentarismo tornou-se hoje uma clara evidência como o mal que assola a humanidade, onde as doenças cardiovasculares, evidenciadas pelo menor gasto calórico, substituíram muitas doenças infecciosas e contagiosas nos dados de mortalidade mundial.

Para melhor compreender a relação entre atividade física e gasto calórico, há a necessidade de estudos com métodos de campo eficientes na estimativa do custo energético da atividade física e ser aplicável aos diversos domínios da vida cotidiana.

Alguns estudos recentes mostram que o aumento nos níveis de atividades física habitual pode melhor a qualidade de vida dos indivíduos, bem como reduzir a incidência de diversas doenças crônicas.

 

Foto @guilhermeguidotri
Foto @guilhermeguidotri

A natação e a corrida são ótimos exercícios que proporcionam o desenvolvimento do sistema cardiorrespiratório e consequentemente combate às doenças cardiovasculares.

Avaliação do Gasto Calórico

Ao longo dos anos, pesquisas científicas têm sido realizadas para desenvolver diversos métodos de estimativa da natação e corrida, contudo, medir essas atividades físicas e, consequentemente, o seu gasto energético, é uma tarefa complexa, pois ela pode se manifestar das mais diferentes formas, sendo então considerada um complexo elemento a ser estudado.

A atividade física em geral é avaliada quanto à duração, intensidade e frequência semanal.

No entanto, é necessário também avaliar outros fatores influenciadores do gasto energético, como raça, classe social, gênero, estado de doença, variação sazonal, entre outros aspectos que possam surgir, para que futuros programas de exercícios físicos sejam otimizados.

Leia: 5 dicas rápidas para voltar aos treinos de corrida.

O que é Gasto Calórico da atividade?

A quantidade total de calorias queimadas depende da intensidade e duração de suas sessões de treino, bem como a eficiência do seu movimento.

Calorias são unidades de energia térmica que medem a quantidade de combustível que você queima em uma dada sessão de exercício, o que depende da quantidade de oxigênio que os músculos usam. O consumo de oxigênio é determinado pela intensidade, ou seja, a exigência que você coloca sobre seus músculos.

Tanto para a natação ou corrida, a intensidade, a duração e a habilidade esportiva são os principais fatores que determinam quantas calorias você queima por minuto.

A habilidade é um fator muito importante para a análise do gasto energético durante a natação e corrida.

“Você será capaz de trabalhar mais e queimar mais calorias em um maior nível de habilidade”. Afirma Dr. Cesar Marra.

Para determinada velocidade da corrida ou da natação, o indivíduo com maior habilidade e por sua vez, maior economia para o movimento, irá utilizar menos oxigênio.

Por exemplo, um sujeito que não saiba nadar corretamente, gastará muito mais energia para percorrer 50 metros na piscina do que alguém que saiba nadar melhor.

Dessa forma, o nível de habilidade determinará o custo energético da atividade.

Foto @guilhermeguidotri
Foto @guilhermeguidotri

Corrida x Natação

Durante a corrida, alguns outros fatores como a velocidade e inclinação são determinantes primários de gasto energético.

Correndo na velocidade de 8 Km/h em uma superfície plana, ocorre uma queima em torno de 12 a 15 calorias por minuto, ou cerca de 110 calorias por Km.

No entanto, correr pode ser lesivo para as articulações, por isso certifique-se de investir em calçados para permitir a absorção do impacto ou escolha superfícies menos duras, como areai ou grama.

Treine com o time 30tododia – CLIQUE AQUI!

Já na natação quando você está trabalhando contra a resistência da água, nadar a mesma distância percorrida na corrida, se tem aproximadamente 4 vezes maior gasto calórico do que no solo. No entanto e logicamente, a duração para percorrer essa mesma distancia será muito maior.

Agora considerando a mesma duração das atividades (ex: 30 minutos), um indivíduo de 70 kg, saudável, com certa habilidade na corrida e na natação.

Em uma corrida numa intensidade moderada a 9 km/h, tem-se um gasto calórico de 320 calorias em 30 minutos de exercício (cerca de 11 calorias por minuto). Esse mesmo indivíduo, na natação em intensidade moderada a 35 metros por minuto, haveria um gasto calórico de 230 calorias em 30 minutos de exercício (cerca de 8 calorias por minuto).

Resultado:

Considerando habilidades e massa corporal iguais, o gasto calórico na corrida é maior do que na natação (cerca de 40% a mais).

A quantidade de calorias que você queima durante a natação é um produto dos mesmos fatores que afetam o gasto energético. Devido ao seu menor impacto sobre o seu corpo, a natação ajuda a queimar menos calorias ao mesmo nível de intensidade e durante o mesmo período de tempo como correr.

O que escolher, afinal?

Se você tiver problemas músculo-esqueléticas ou articulares por problemas de excesso de peso, a natação pode ser uma escolha melhor, porque a água vai ajudar a suportar as suas articulações, evitando o impacto em seu corpo.

Por outro lado, a corrida é facilmente acessível em qualquer lugar, enquanto a natação requer acesso a uma piscina, o que pode representar um inconveniente que o impeça de se exercitar ou se manter ativo.

E o mais importante do que o gasto calórico total, é se manter ativo o maior tempo possível.

As suas preferências pessoais são importantíssimas, porque se você não gosta de tal modalidade de exercício, não adianta avaliar apenas o gasto calórico, pois é provável que você abandone o programa de exercícios.

Leia: Como escolher e comprar a primeira bike de triathlon e ciclismo.

O mais importante de tudo é a REGULARIDADE.

Faça a atividade física que você mais gosta para que o gasto calórico seja alto ao longo do tempo (meses, anos) e não apenas em uma sessão diária.

Texto: Professor Doutor Cesar Marra siga no instagram @drcesarmarra

Fotos: Guilherme Guido @guilhermeguidotri e Cadu Vigilia @caduvigilia

Foto @caduvigilia
Foto @caduvigilia

Referências

Bhambhani Y, Singh M. Metabolic and cinematographic analysis of walking and running in men and women. Med Sci Sports Exerc 1985;17:131.

Knut Schmidt-Nielsen. Locomotion: Energy Cost of Swimming, Flying, and Running. Science New Series, 1972, 4045, 222-228.

Melanson EL, et al. Changes in V∙O2max and maximal treadmill time after nine weeks of running or in-line skate training. Med Sci Sports Exerc 1996;28:1422.

Morgan DW, et al. Variability in running economy and mechanics among trained runners. Med Sci Sports Exerc 1991;23:378.

Toussaint HM, Hollander AP. Energetics of competitive swimming: implications for training programs. Sports Med 1994;18:384.

Doutor em saúde coletiva/obesidade
Consultor Técnico @30tododia
Email: profcesarmarra@gmail.com
Pioneiro no estudo de HIIT no Brasil.
Post AnteriorPróximo Artigo
Doutor em saúde coletiva/obesidade Consultor Técnico @30tododia Email: profcesarmarra@gmail.com Pioneiro no estudo de HIIT no Brasil.