Dicas

Vale a pena usar ou não usar roupas de compressão para praticar esporte?

Roupas de compressão

Sim ou Não

Hoje vamos falar um pouco sobre um tema que tem gerado certa dúvida nos corredores de rua.

Há muito tempo que a corrida de rua deixou de ser aquele esporte onde o atleta pegava um tênis velho e um short qualquer e saía pra correr.

Nos dias atuais, os equipamentos de corrida estão cada vez mais presentes na vida dos corredores e um desses equipamentos ganha cada vez mais destaque: a ROUPA DE COMPRESSÃO.

Com certeza todos nós já vimos diversos atletas utilizando não só as bermudas e calças, mas principalmente as chamadas meias, polainas e manguitos de compressão. Tem virado praticamente item obrigatório. No triathlon então, a moda serve até para ir ao restaurante.

Mas a pergunta que até hoje persiste é a seguinte:

Qual o verdadeiro ganho de se usar uma roupa de compressão?

Antes de começar, antecipo que não é minha intenção realizar uma revisão de literatura ou um artigo científico. Já há bastante coisa escrita para o bem e para o “tanto faz”. A notícia boa é que não há nada escrito para o mal. Portanto, já é um ponto de partida. Afirma Professor Wagner Romão (@wagner_romão)

A ideia é falar um pouco sobre minha experiência com esse material e tentar desmistificar um pouco esse conceito.

Inicialmente é importante entender o que são as roupas de compressão.

 

@guilhermeguidovpalma
@guilhermeguidotri

O que são roupas de compressão:

Nada mais são que roupas que utilizam tecidos de poliamida (fibra sintética), fabricados com alta tecnologia, que se ajustam perfeitamente ao corpo e comprimem a musculatura quando utilizadas.

Segundo um dos fabricantes de roupas de compressão, os benefícios da compressão estão diretamente relacionados aos tecidos de alta tecnologia. Sua estrutura minimiza a vibração muscular, retarda a fadiga e atenua os micro-traumas da prática esportiva.

Ele explica ainda que foram desenvolvidas para oferecer o perfeito equilíbrio entre potência, flexibilidade e gasto de energia, ajudando a reverter os gastos de energia com a termorregulação em mais potência muscular, desenvolvendo assim sua performance, diminuindo as microlesões do músculo e melhorando consideravelmente a recuperação do músculo após grande esforço físico.

Além disso, estimulam a propriocepção, proporcionando melhor comunicação entre o cérebro e o corpo, melhorando a execução dos movimentos e evitando lesões por uso incorreto da musculatura.

Ufa!!! Quanta vantagem.

Treine com o time 30tododia: CLIQUE AQUI!

Resultado de alguns estudos sobre o uso da roupa de compressão:

Agora, falando um pouco sobre o outro lado da moeda, alguns estudos recentes não encontraram diferenças significativas na sua eficiência biomecânica de corrida quando usavam as famosas polainas (do joelho ao tornozelo).

Outros estudos sobre roupas de compressão produziram resultados semelhantes mostrando que bermudas de compressão não aumentaram o fluxo sanguíneo para os músculos das pernas após o exercício.

Já uma revisão de mais de 30 estudos determinou que as roupas de compressão podem ajudar o desempenho em determinadas situações como esportes de explosão e saltos.

O que não incluiria os esportes de endurance.

O que não significa que as vantagens não são reais.

Personal Online clique aqui!

Opinião do especialista:

Como falei inicialmente, há estudos comprovando sua eficácia e estudos que dizem não trazer tantas vantagens.

Fugindo um pouco da ciência e entrando na prática, conheço muitos atletas que utilizam, incluindo este que vos escreve.

É fato que o efeito placebo (efeito não derivado da ação direta) é comprovado e eficaz. A partir do momento que um atleta utiliza um equipamento e se sente confortável ou de fato acredita que ele lhe traz melhora e ganho de performance, não há quem diga que esses benefícios não são reais.

Eu utilizo as calças de compressão principalmente para treinos mais rápidos, intervalados e até mesmo em períodos de frio para manter a musculatura aquecida. As bermudas também são bastante utilizadas com o mesmo propósito. E por fim as polainas, em treinos mais longos tanto para o ciclismo como para a corrida.

Mesmo que ainda haja um ponto de discordância entre os reais benefícios do equipamento e sua eficácia, meu voto será sempre para o “faça o que te faz sentir melhor”.

Vale a pena sempre experimentar algo novo e ver se lhe traz o conforto almejado.

Em esportes já tão desgastantes, cansativos e com alta probabilidade de causar lesões, qualquer ajuda é bem-vinda, mesmo que seja através de equipamentos comprovadamente eficazes ou somente através de uma sensação de conforto e melhora. Tudo é válido, desde que esteja dentro das regras.

Bons treinos, força na remada e nos vemos nos nossos @30tododia por aí.

Forte abraço.

Texto do nosso colunista Wagner Romão

Wagner Romão é triatleta, atleta olímpico e panamericano de pentatlo moderno, oficial do Exército, professor de educação física. Ocupa atualmente o cargo de Gerente do Programa de Atletas de Alto Rendimento do Exército e comentarista do canal Sportv na modalidade Pentatlo Moderno. CREF: 008429-G/DF.

Siga no instagram @wagner_romao 

Fotos do atleta Guilherme Guido siga no instagram @guilhermeguidotri

Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia
Professor de Educação Física – UFRJ
Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística.
Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional
Consultas: 21 2529-6473
Email: marcellopaiva@30tododia.com.br
Post AnteriorPróximo Artigo
Marcello Paiva
Idealizador do portal @30tododia Professor de Educação Física - UFRJ Pós graduação em Fisiologia do Exercício e Programação Neurolinguística. Coaching deTreinamento / Palestrante Motivacional Consultas: 21 2529-6473 Email: marcellopaiva@30tododia.com.br