Dicas

Para que serve fazer leg press unilateral

LEG PRESS UNILATERAL

Dos equipamentos mais básicos encontrados em uma musculação, utilizado de diversas formas e muito adotado pelos amantes do levantamento de peso livres, por permitir a exaustão dos membros inferiores sem gerar muitas adaptações dos membros superiores, ele  possibilita a exaustão total das pernas, ele seria o “LEG PRESS”.

Não importando a angulação que ele se apresenta, o Leg press, sempre estará presente em uma sala bem montada, seja ele de  anilhas ou mesmo de placas, o principal ângulo a nos preocupar seria o de execução do movimento e não o do desenho do aparelho.

O ângulo que nos referimos seria o de 90 graus ou abaixo, que deveremos executar o movimento para a máxima eficiência do trabalho, máxima eficiência por sabermos que o glúteo máximo sera alongado e iniciara o trabalho de extensão do quadril que se encontra fletido, o quadríceps  na extensão da coxa e tanto na finalização do movimento como na frenagem ao descer, os ísquios tibiais  são ativados, ocorrendo secundariamente a ação dos adutores (parte interna da coxa), gastrocnêmicos e sóleo (parte inferior da perna).

Por se tratar de um exercício multiarticular, sua ação muscular tem grande amplitude, ao executarmos em unilateralidade, como artificio para dificultar e enfatizar o trabalho, criamos um novo aspecto e um novo  exercício que terá uma mecânica mais rica porém com menor carga.

O “leg press unilateral” por se apresentar com uma base menor as adaptações ângulo a ângulo são mais eficientes  nos adutores e abdutores e ao  mantermos a amplitude de 90 graus já comentada  teremos um perfeito exercício de glúteos, que ainda será um ótimo trabalho para o quadríceps que terá de se adaptar a falta de  apoio, demonstrando a vantagem presente nos multiarticulados (mais de uma articulação).

Ao percebermos que o poder de recrutamento muscular foi aumentado, e executarmos o trabalho no leg press unilateralmente, poderemos encaixar sua eficiência em dias que o foco seja o glúteo máximo, pois as cargas impelidas no aparelho serão superiores  a caneleira, que sempre será utilizada nesses dias de treino.

Se analisarmos o trabalho do leg press com execução simultânea, iremos nos deparar com um ótimo exercício básico para todos os níveis de trabalho, tanto para o iniciante que poderá utilizar um exercício multiarticulado com um ótimo amparo para toda estrutura lombar e vertebral, como para o avançado que busca cargas elevadas e amplitude total, sem a necessidade de gastar energia nos estabilizadores que serão recrutados em exercícios em pé como os agachamentos livres.

No caso da execução em unilateralidade, sua eficiência se dará pela instabilidade gerada ao diminuirmos da base de trabalho, o que ira será  mais indicada para praticantes avançados, pois mesmo que as cargas tenham queda, por se tratar de apenas uma perna, a pressão submetida sobre a articulação não será dissipada em duas, o que leva a um maior nível de controle do movimento.

Meu nome é João Marcelo Heringer, e se gosta de treino seja bem vindo!

Foto: Juliana Cabral 

 

 

Post AnteriorPróximo Artigo