Dicas

Abdominal “rolinho” um dos mais usados nas academias

Abdominal “rolinho”.

O Abdominal no rolinho, muito comum nos dias de hoje, está longe de ser algo eficiente.

No rolinho realizamos uma contração isométrica da musculatura (tensão muscular estática) e quando comparamos os ganhos de força e hipertrofia de exercícios isométricos & isocinéticos (exercícios com fase excêntrica e concêntricas, os tradicionais) o método isométrico tem uma eficiência muito menor (método isométrico é usado na fisioterapia).

“Não é porque um exercício é difícil, que ele é eficiente”. Rodrigo Boson

Porque é tão difícil de executar?

O que explica isso é a biomecânica, o movimento é difícil, mais pela forma que é executado e não pela intensidade que gera no abdômen.

Os ombros sofrem uma compreensão e a lombar tem uma carga isométrica alta o que gera muito desconforto.

Normalmente estes dois fatores são os que ativam a fadiga, e não o músculo do Abdômen.

Há quem use a alegação de que estímulos devem ser variados para que as adaptações sejam maiores.

Isto está correto, mas estas variáveis de estímulos devem seguir as recomendações do treinamento de força, ou seja, intervalo de recuperação, amplitude, tempo de execução e exercícios intensos para o grupo muscular alvo.

A justificativa do uso do “rolinho” no intuito de  fortalecimento do core também não é valida.

Exercícios feitos em pé com pesos livres são muito mais efetivos para a região, visto o estudo de Revisão recente de martuscello et al (2013).

Quem nunca sentiu contrações vigorosas no abdômen e na lombar fazendo uma Rosca tríceps na polia alta?

Lembro que para ciência do treinamento o termo “fortalecimento” está relacionado com funcionalidade, ou seja tudo funcionando bem, sendo uma ótima opção quando pensamos em saúde, e não em estética, que está relacionado com menor percentual de gordura e ganho de massa muscular.

O rolinho pode até ser usado dentro da periodização, mas na minha opinião, não passa de um exercício lúdico e desafiante por ser difícil.

Não vejo eficiência para bons resultados estéticos .

Acredito que ele é bom para você exibir todos os benefícios que foram adquiridos nos exercícios tradicionais de musculação.

Ele é ótimo para fazer um vídeo para o Instagram.

Sempre  há argumentos a favor ou contra determinado método, cabe a você praticamente pesar os argumentos e decidir o que é melhor para você.

Não fique reclamando que cada um diz uma coisa, use o seu espírito crítico.

Professor Rodrigo Boson.

Referência

Davies J, Parker DF, Rutherford OM, Jones DA (1988) Changes in strength and cross sectional area of ​​the elbow flexors as a result of isometric strength training. Eur J Appl Physiol 57: 667-670

Martuscello JM, Nuzzo JL, Ashley CD, Campbell BI, Orriola JJ, Mayer JM.J Strength Cond Res. 2013 Jun;27(6):1684-98. doi: 10.1519/JSC.0b013e318291b8da.Systematic review of core muscle activity during physical fitness exercises.

 

Rodrigo Boson
Professor de Educação Física UFRJ
Pós Graduação em Fisiologia do Exercício e Treinamento de Força.
Especialista em Emagrecimento.
Post AnteriorPróximo Artigo
Rodrigo Boson
Professor de Educação Física UFRJ Pós Graduação em Fisiologia do Exercício e Treinamento de Força. Especialista em Emagrecimento.