30tododia

Importância do sono. Por que é importante dormir bem?

Importância do sono

O que é o sono?

O sono é uma função biológica fundamental na consolidação da memória, na conservação e restauração da energia  e na restauração do metabolismo energético cerebral. Devido a essas importantes funções, as perturbações do sono podem acarretar alterações significativas no funcionamento físico, ocupacional, cognitivo e social do indivíduo, além de comprometer substancialmente a qualidade de vida.

O sono possui 4 fases e sua fase mais profunda se chama REM.

Na fase 1, ocorre a liberação de melatonina, a qual gera sonolência. Na fase 2, os músculos relaxam e você entra no sono de conexão. Na fase 3, o metabolismo fica lento e na fase REM, acontecem os sonhos e liberação de adrenalina.

SE VOCÊ DORME BEM…

Se o seu sono não for de qualidade, não adianta ter o melhor treino e a melhor dieta. O seu sono influenciará diretamente no seu resultado.

Simples. Se você dorme bem, você consequentemente terá um rendimento melhor no treino, além de ter uma boa recuperação muscular e melhorar sua imunidade.

SE VOCÊ DORME MAL…

Já se você dorme mal, você não terá uma boa performance no seu treino, aumentará seus níveis de grelina (hormônio que estimula o apetite)  e também facilitará o acúmulo de gordura. Além de aumentar o cortisol ao longo do dia, facilitando perda de massa muscular. A privação do sono está associada diretamente à obesidade, em crianças e adultos. As pessoas que dormem o suficiente, tendem a ingerir menos calorias do que as pessoas que dormem mal.

Conhecendo a Melatonina

A melatonina é um hormônio que liberamos exclusivamente à noite e está relacionada com o o sono e redução de temperatura corporal, atingindo níveis plasmáticos máximos entre 3h e 4h da manhã. Há evidências que sua produção diminui com o envelhecimento.

Poucas pessoas sabem, mas sua produção é influenciada pela luz, fator ambiental com ação inibitória pineal, ou seja, a exposição à luz em fase escura inibe a produção de melatonina. Por isso indico aos pacientes com insônia desligarem até as luzes dos aparelhos eletrônicos do quarto.

Estudos demonstram que a administração exógena da melatonina melhora a qualidade do sono em indivíduos com insônia. Sua comercialização ainda é proibida no Brasil, mas nos EUA é encontrada em qualquer farmácia.

Sobre o hormônio GH

O GH (Growth Hormone) é um hormônio responsável pelo crescimento dos músculos e cartilagens. Ajuda também na lipólise (queima de gorduras) e qualidade da pele.

Também é chamado de somatotropina e seus níveis no corpo é diminuído com a idade. Sua principal produção é durante o sono. Estudos provam que pessoas que dormem pouco reduzem o tempo de sono profundo e, em consequência, a fabricação do hormônio do crescimento.

Portanto, dormir bem também ajudará na liberação do seu GH e também, na quebra de gordura.

 

sono, 30 todo dia

O mineral Magnésio

Estudos demonstram que a administração de magnésio ajuda na qualidade do sono, já que este mineral promove o relaxamento muscular.

Exercício físico e o sono

O exercício físico, sem dúvidas, é um grande aliado no tratamento de distúrbios do sono. Muitos estudos já mostram que pessoas que sofrem de insônia passam a ter melhores noites de sono ao iniciar prática de atividade física. Além disso, o exercício também ajuda na redução de ansiedade e compulsão alimentar.

Qual é a quantidade ideal de horas de sono?

A média da população adulta necessita de 7 a 8 horas de sono diárias. Portanto, organize-se para uma vida saudável colocando, também, seu sono em primeiro plano a ser corrigido. Descanse seu corpo e sua mente! Seu metabolismo agradece.

Siga no Instagram nutricionista @carolfrancaa

REFERÊNCIAS:

Cardoso, Hígor Chagas, et al. “Avaliação da qualidade do sono em estudantes de medicina.” Rev Bras Educ Med 33.3 (2009): 349-55.

Neto, Júlio Anselmo Sousa, and Bruno Freire de Castro. “Melatonina, ritmos biológicos e sono-uma revisão da literatura.” Revista Brasileira de Neurologia44.1 (2008): 5-11.

Cronfli, Regeane Trabulsi. “A importância do sono.” Revista Cérebro & Mente16.1 (2002).

Sanjay R. Patel and Frank B. Hu. Short Sleep Duration and Weight Gain: A Systematic Review. Obesity (2008) 16, 643-653

Abbasi B, Kimiagar M, Sadeghniiat K, Shirazi MM, Hedayati M, Rashidkhani B. The effect of magnesium supplementation on primary insomnia in elderly: A double-blind-placebo-controlled clinical trial. J Res Med Sci. 2012 Dec; 17(12):1161-9

Nutricionista formada pela Faculdade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Pós-graduada em Ortomolecular e Nutrigenômica
Pós-graduanda em Fitoterapia
Meu email é nutricarolfranca@gmail.com
Post AnteriorPróximo Artigo
Nutricionista formada pela Faculdade Federal do Estado do Rio de Janeiro Pós-graduada em Ortomolecular e Nutrigenômica Pós-graduanda em Fitoterapia Meu email é nutricarolfranca@gmail.com